Especialistas dão dicas para empresários enfrentarem a crise em 2016

05/02/2016

De acordo com o Banco Central, a Inflação encerra 2015 com alta de 10,67%. Além disso, o mercado prevê um pior resultado do PIB em 2016 e 2017. “Isso representa a continuidade da queda da atividade econômica com a perspectiva de termos mais um ano difícil. Em outras palavras, a retração da economia continuará presente no nosso dia a dia”, explica Jorge Bahia, sócio proprietário do Grupo Bahia, Kosio & Associados.
 
Mas ainda é possível conseguir bons resultados no mercado com planejamento e foco. “2016 é um ano que exigirá muito mais do empresário tirando ele do estado de acomodação, algo saudável para o negócio”, afirma Osvaldo Aoki, CEO da AOKI Sistemas. Segundo ele, é preciso que o executivo busque oportunidades e diferenciais. “É necessário definir com precisão quem é o seu cliente, como ele compra e a forma de atendê-lo, ou seja, qual a sua oferta. Enquanto muitos estão reclamando outros estão de olho nas oportunidades e se preparando para no momento certo fechar uma venda”.
 
Osvaldo Aoki cita ainda que para momentos difíceis a implementação de processos mais eficientes e ágeis podem determinar a sobrevivência do negócio. Confira as dicas:
 
1. As oportunidades se movem, mantenha a sua empresa em movimento e focada para atingir as metas de resultados, mesmo em tempos de crise;
 
2. Crise é uma excelente oportunidade para rever o seu negócio, os seus processos, a sua estrutura operacional e seu foco;
 
3. Em tempos de mudanças rápidas e constantes com nível elevado de concorrência, inovar é o caminho mais indicado para um “oceano azul”, ou seja, para um cenário mais sustentável;
 
4. Igualmente importante é a implementação de uma gestão mais organizada e eficiente, com sistemas de informações ágeis e precisas para propiciar tomadas de decisões que minimizem desperdícios;
 
5. Hoje o governo tem informações precisas e em tempo real de todas as principais operações do seu negócio. Gerir de forma eficiente as informações fiscais passou a ser um ato de sobrevivência, e ao mesmo tempo, estratégico para criar um fluxo sustentável de crescimento;
 
6. Finalmente, não fique parado reclamando da “crise” econômica, aproveite o momento para “repensar” o seu negócio, e definir melhor qual o seu foco. Este é um momento onde a inovação, somados ao foco e agilidade poderão estabelecer quem deverá prosperar;
 
Para o consultor Jorge Bahia, um planejamento econômico é importante e é necessário definir o essencial para o período. “Ele precisa ser versátil com relação às alternativas possibilitando correções rápidas de rumos”. Com essas premissas um bom planejamento econômico para 2016 deve ter as seguintes qualidades, segundo o especialista:

1- Ter aderência ao momento atual, nada de estrelismos nem de utopias;
 
2- Políticas de revisões constantes com parâmetros claros de aceitabilidade de variações;
 
3- Observar ao redor e ter a capacidade de levar para o plano em suas revisões as informações do mercado;
 
4- As metas definidas no momento para o plano são realmente valiosas, o tempo é de cortar e economizar;
 
5- Elaborar o plano sobre um histórico de planos ou de informações similares. Isso dará mais consistência nas críticas e nas avaliações. Se partir do zero, as análises serão mais demoradas e às vezes com limitações de ações corretivas;
 
6- Vislumbre oportunidades. O momento é critico, mas devemos ser otimistas.
 
Link:http://www.maxpressnet.com.br/Conteudo/1,816424,Especialistas_dao_dicas_para_empresarios_enfrentarem_a_crise_em_2016,816424,4.htm
Fonte: Maxpress Net 

Mais notícias