Os perigos de se contratar um falso contador

18/09/2017

Risco de falência, licença suspensa e irregularidades em declarações, esses são alguns prejuízos que uma empresa pode ter ao contratar um falso profissional de contabilidade. Segundo o contador Jean Gigante, um dos candidatos a conselheiro do Conselho Regional de Contabilidade do Rio de Janeiro (CRC-RJ), é preciso muita cautela, pois há um enorme número de oportunidades no mercado, que na verdade são “despachantes”.
 
De acordo com Jean, o maior risco que os empresários correm são a falta de conhecimento das obrigatoriedades e o despreparo técnico para efetuar cálculos e preencher declarações. “Sem contar o descumprimento da obrigatoriedade de se ter um contador imposto pela legislação vigente em nosso país”.
 
Jean relata que os erros mais comuns cometidos por falsos contadores normalmente estão ligados a declarações e às apurações de impostos. “O erro de contratar tal profissional, pode custar caro demais”.
 
– Nossa legislação é complexa e muitas vezes esses deixam de aproveitar benefícios e reduções fiscais. Além disso, efetuam apurações com bitributação o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS). Esses e os outros erros fazem com que o empresário perca dinheiro de maneira desnecessária – ressalta.
 
Jean conta que é comum empresas o procurarem para tentar amenizar as falhas cometidas por outros profissionais. Ele diz que alguns empresários descobrem tarde demais que seu contador na verdade é um “despachante”. “Essas pessoas se aproveitam do fato de conhecer um pouco pela convivência em escritórios. Então, oferecem seus serviços e se apresentam como contadores”.
 
– Por isso, é tão importante fiscalizar de perto para coibir esta prática, pois muitas pessoas são enganadas por oportunistas. A única forma de saber se está contratando alguém qualificado é fazendo uma busca no site do Conselho Federal de Contabilidade – ressalta.
 
Para ele, quando a empresa tem alguma desconfiança sobre isso, a melhor coisa a se fazer é procurar um contador qualificado. O profissional sério e responsável terá todas as condições de ajudar o cliente que foi enganado por um falso contador. “Nesse momento, a transparência de ambas as partes será fundamental para se resolver o problema”
 
– É um grande perigo para quem se arrisca com esses aproveitadores. Por meio do conhecimento em finanças e pela realização de análises das demonstrações contábeis, o contador é capaz de ajudar a empresa na prevenção contra crises que podem inviabilizar a continuidade do negócio – conclui.
 
Fonte: Fenacon, Jornal Contábil 

 

Mais notícias