Retenção do IRF de Serviços da Pessoa Jurídica

19/06/2017

Regra geral, nos pagamentos de pessoa jurídica a prestadora de serviços (também pessoa jurídica) deve ser retido imposto de renda na fonte (IRF).
 
Entre os pagamentos sujeitos à retenção, além de outras hipóteses, destacam-se:
 
Serviços de Propaganda Prestados por Pessoa Jurídica;
 
Comissões e Corretagens Pagas a Pessoa Jurídica;
 
Remuneração de Serviços Profissionais Prestados por Pessoa Jurídica;
 
Remuneração de Serviços de Limpeza, Conservação, Segurança e Locação de Mão de obra Prestados por Pessoa Jurídica;
 
Pagamentos de Pessoa Jurídica a Pessoa Jurídica por Serviços de Assessoria Creditícia, Mercadológica, Gestão de Crédito, Seleção e Riscos e Administração de Contas a Pagar e a Receber – “Factoring”.
 
Fonte: Blog Guia Trabalhista


 

Mais notícias